Partido Patria Livre

Coragem para mudar!
Informe

A Secretaria Nacional de Organização esclarece sobre as ocorrências de impugnação de candidatos a vereador em algumas cidades que:

Download do Estatuto

1. O PPL modificou seu estatuto no inicio de dezembro de 2013 em seu 3o. Congresso Nacional e suprimiu o $ 3o. do Artigo 10 em que constava o prazo de um ano para filiados poderem ser candidatos conforme a lei vigente à época, tendo em vista que não considerava relevante colocar cláusulas mais restritivas do que o consta na própria lei. Modificação realizada em ano não eleitoral.

Retirando qualquer obstáculo para os candidatos que vieram a se filiar com seis meses de filiação conforme legislação atual. O PPL manteve o mesmo critério no estatuto aprovado em março de 2016 em nosso 4o. Congresso, não exigindo prazo diferente do que consta na lei para o prazo de filiação para os filiados terem direito a serem candidatos pelo partido, hoje seis meses.

2. O PPL deu entrada no registro do estatuto aprovado em 2013 e em 2016 no 1o. Oficio de Notas e Registro Civil, Protestos, Títulos e Documentos e Pessoas Jurídicas do Distrito Federal e o registro foi deferido em 27 de julho de 2016. Foi dada entrada em pedido de Anotação no TSE em 05 de agosto de 2016, transcorrido o prazo de publicação de edital e de impugnação, foi certificado em 19 de agosto pelo TSE e aguarda ser encaminhado ao Ministério Publico para posterior anotação e divulgação aos TREs. 

3. Devido a lentidão no processo e ao fato de terem sido requeridas em diversas cidades a impugnação de candidatos baseados em estatuto já vencido o PPL está dando entrada no TSE com pedido de Tutela de Urgência para proceder a devida anotação e informação aos TREs e juízes zonais do Estatuto já registrado em Cartório e vigente sem qualquer contradição com a legislação atual. Este procedimento segue o mesmo caminho adotado e já julgado positivamente pelo TSE ao PMDB e ao PTdoB. Estamos confiantes no sucesso do encaminhamento.

4. Apesar destes encaminhamentos que visam impedir danos aos candidatos do partido, a Secretaria Nacional de Organização recomenda a todos os diretórios estaduais, aos municipais e aos candidatos que não deixem de entrar com os recursos em primeira instância e ofereçam os documentos comprobatórios que já dispomos para que os juízes de primeira instância não se equivoquem em suas decisões e homologuem o registro dos nossos candidatos.

Permanecemos a disposição para apoiar nossos diretórios na luta pelo registro dos nossos candidatos.

Miguel Manso
Secretário Nacional de Organização do PPL

IV Congresso - Um novo caminho para o Brasil!

"Trocar Dilma por Temer é acender o estopim", diz PPL

4º Congresso do Partido Pátria Livre, realizado em São Paulo, convoca as forças políticas a lutar em defesa da verdadeira democracia: Eleições gerais já!

O Partido Pátria Livre (PPL) realizou no último final de semana o seu 4º Congresso Nacional com a presença de convidados e delegados de todo o Brasil. O Congresso debateu a situação do país, aprovou uma nova política para enfrentar a crise que se abate sobre o país e seu povo e elegeu um novo diretório nacional. A solenidade de abertura, ocorrida na sexta-feira (18) no Tênis Clube Paulista, na região central da capital, contou com a presença do vice-presidente nacional do PSB, Beto Albuquerque, do senador Randolfe Rodrigues, representando a direção da Rede Sustentabilidade, de Claudio Piteri, representando o PPS e do professor da USP e pesquisador, Ildo Sauer, além da vice-prefeita de Salvador, Célia Sacramento.Continue Lendo...

Depois do entreguismo subterrâneo do Pré-sal, só resta a terceira via.

*João Vicente Goulart

Jango golpeado pelas “Reformas de Base”

O que vimos ontem na votação do PLS 131 da Petrobras foi vergonhoso, rasteiro, inoportuno com nossa história de lutas a mercê da traição governamental da qual tínhamos esperança de resistência. Estamos, todos aqueles que amamos o Brasil e nossa nacionalidade, iludidos, magoados e com muita falta de esperança, roubada no mais indigno e subterrâneo ocaso oportunista da subtração de nossos princípios de luta, com a atitude do governo ao negociar por debaixo do tatame a entrega do Pré-sal, e a retirada da Petrobras do controle dos investimentos de nossas riquezas petrolíferas. A negociação espúria, ao apagar das luzes, deixou os próprios parlamentares da base a ver navios.Navios negreiros, navios dos anjos negros, navios das sete irmãs petroleiras internacionais que naquele momento zarpavam e começavam a navegar a partir de nossas costas, transportando nossas esperanças como fizeram portugueses e espanhóis na nossa América Latina colônia. O ouro mudou de cor, mas não mudou de dono.Continue Lendo...

Sérgio Rubens de Araújo Torres - Presidente Nacional do Partido Pátria Livre (PPL)

Do meio do primeiro governo de Dilma para a frente, a agenda neoliberal passou a predominar largamente, e, agora, integralmente...

Ubiraci Dantas de Oliveira - Presidente do Congresso Nacional Afro-Brasileiro (CNAB) e Secretário Regional do PPL Bahia

"O Brasil é uma obra, sobretudo, dos negros. A luta pelo fim da sua opressão e pela igualdade racial é uma luta de todos os brasileiros".

Rosanita Campos - Vice-presidente do Partido Pátria Livre Secretária Nacional da Mulher do PPL

A mulher, a mãe, a cidadã, a trabalhadora, ela tem filho, ela amamenta, ela cuida da casa e, por ser mãe, não pode ser condenada às quatro paredes do lar, a não ter um salário, a não ter autonomia, a não ter independência, a não ter a sua condição de mulher, que é a maternidade, respeitada.